Ir para conteúdo

Alfa Romeo 164: ícone italiano

Os italianos são conhecidos pela facilidade de transformar uma coisa simples em algo refinado. Isso acontece com os vinhos, roupas e, o que é mais importante para nós, com os automóveis. Basta dar uma olhada na história de marcas como a Ducati, Ferrari e Alfa Romeo.

O modelo 164 chegou ao Brasil no início da década de 90. Vale lembrar que estávamos em um período de reabertura das importações e seu estilo europeu logo fez sucesso e se tornou objeto de desejo. Acabamento, desenho sóbrio e motorização V6 foram seus diferenciais.
Saiba mais sobre ele assistindo ao vídeo.
  
FICHA TÉCNICA
Motorização
V6, 3 litros, 24 válvulas
Potência: 215 cv a 6.300 rpm
Torque: 28 kgfm
Transmissão: manual (5 marchas)
Desempenho
0 a 100 km/h: 8,2 s

Vel. Máxima: 230 km/h 

Alfa Romeo 164 Sem título V6 Cuore sportivo Sem título

Garagem do Bellote Ver tudo

Renato Bellote, 41, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista do portal IG. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

5 comentários em “Alfa Romeo 164: ícone italiano Deixe um comentário

  1. Esta máquina compartilhava seu chassis com os modelos Lancia Thema, Saab 9000 e FIAT Croma. Os mais carismáticos, para mim eram sem duvida o Lancia Thema e o ALFA! O Lancia chegou a ter como opção motor Ferrari no modelo Thema 8.32, pois o Enzo era apaixonado por este modelo. O ALFA, dos modelos normais, era o que tinha mais raça e o ronco mais bonito!Parabéns pela reportagem.AbraçoNuno Canastra

    Curtir

  2. Meu pai comprou a primeira v6 de Porto Alegre.Eu \”roubava\” ela na madruga e saía para detonar as BMW 325 que encontrava pelo caminho.Depois de saciada a vontade de dirigi-la passava no posto e botava o tanto de gasol que tinha gastado(e como gastava!!) e recolocava ela no lugar exato.Isso durou até um sábado cedo da manha que meu pai me acordou na porrada e me xingando que eu tinha pego o carro dele.Claro que neguei.Ele então me fez descer até a garagem e abriu o porta malas…tava cheio de doces, salgados e tortas que iriam ser levadas para Gramado naquela manha.Passei a madruga entrando de lado nas curvas, enquanto a \”confeitaria\” atrás ia dançando e se misturando…acabei com a festa, me fudi com meus pais mas hoje essa história é saboreada…grande ALFA!!!!

    Curtir

  3. Ja tive um Ano 95. Com certeza um dos carros mais confortáveis que ja tive. Realmente é dificil hoje em dia encontrar um em bom estado. Parabens pela reportagem.

    Curtir

  4. ante de tudo, parabéns pela reportagem! hoje em dia dá pena de ver estes carros em péssimas condições, devido também a incompetência da fiat em administrar modelos de grande porte como tempra e marea é que estes carros são enontrados hoje por preços baixos, e também não há mecânicos habilitados em reparar estas máquinas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: