Ir para conteúdo

Opala SS 1971

Opala SS

Após inúmeros pedidos e solicitações, a versão esportiva do glorioso Opala chega à Garagem. Assim como seus concorrentes com motor V8, o SS marcou época e deu origem a histórias, contadas e recontadas de pai pra filho, que ajudaram a transformá-lo em uma verdadeira lenda.

1971

Painel

4.1

Clássico

Detalhe

SS

VÍDEO

Além de ser um modelo com aparência mais agressiva do que seus irmãos, o exemplar 1971 das fotos é um raro representante da primeira geração, na cor vermelho Monza. Somente nesse ano – o do lançamento – foi produzida a versão com quatro portas. Em outras palavras, uma peça de coleção.

A máquina pertence a Deolindo Birelli Júnior, mais conhecido no meio antigomobilista como Shibunga, que é, além de tudo, um especialista no clássico Chevrolet. “Ele foi adquirido em 2002, em São Paulo, e já teve vários donos”, conta. Aliás, quando foi encontrado, a aparência era totalmente desoladora para qualquer apaixonado por carros antigos.

“Originalmente era prata e estava em estado deplorável. A restauração demorou cerca de 8 meses e a pintura ficou a cargo da oficina Ducril, no bairro da Barra Funda. A mecânica foi restaurada pela Auto Mecânica Albuquerque, em Osasco”, revela. “Foi restaurado nos mesmos padrões da época, inclusive com os pneus diagonais 735/14 e o volante e a bilha do câmbio em madeira, item exclusivo desse ano e modelo”, enfatiza o dono.

E quando é preciso o famoso “seis canecos”, de 4,1 litros, ronca forte. Os 140 cv brutos faziam diferença na época e alguns testes feitos por publicações especializadas apontaram velocidade máxima próxima dos 170 km/h. Hoje isso até pode parecer algo banal, mas no início dos anos 70 deixava muita gente comendo poeira.

Passados quase quarenta anos o imponente sedã ainda atrai olhares curiosos e elogios pela rua. Fechando o texto, a dica do proprietário para garantir saúde de sobra para o veterano: “sempre deixo coberto com capa em courino forrado, gasolina de boa qualidade e procuro não lavar muito o carro para não enferrujar”.

No vídeo o leitor terá a oportunidade de admirar um segundo exemplar do SS, ano 1972. Mas sobre esse só falarei em breve. Aguarde!

Garagem do Bellote Ver tudo

Renato Bellote, 41, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista do portal IG. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

8 comentários em “Opala SS 1971 Deixe um comentário

  1. Bellote, belo post, ótimas imagens e o mais incrível é que ninguém diz que o carro foi restaurado e que tinha outra coloração da carroceria, ficou impecável mesmo, incrível, outro detalhe importante é a linha das colunas das janelas, que acompanharam outras gerações do Opala, um modelo que para sempre deve ser celebrado, clicado, enfim….lembrado!abs.ALYSSON PRADO \”BALO\”

    Curtir

  2. Renato, muito legal ver os Opala SS da primeira geração…Tive a sorte de ter possuído esses dois carros idênticos,um SS 70/71 na cor branco everest e outro SS cupê 71/72 nessa mesma cor do carro apresentado, amarelo limão, exclusiva da linha SS nos modelos 72. Esse meu cupê me acompanhou por quase um ano, foi comprado de um senhor do Tatuapé zero km. e em fins de 1989 tinha 21 mil kmts. ORIGINAIS !!! Até os pneus eram os dele, diagonais Good Year Super Águia 7.35×14, que tratei por trocar por um jogo de Good Year GPS 14 195/70 SR 14 na hora…Acabei vendendo a viatura de pois de muita insistência a um grande colecionador do Morumbi, e por uma oferta irrecusável, mas até hoje sinto saudades dele…O meu SS tinha inclusive os frisos de caixa do modelo Luxo e teto de vinil, opcionais de fábrica…Meus parabéns aos donos dos Opala, e continuem a mantê-los assim, belos e impecáveis, eles são parte da história do carro nacional !!!Forte abraço da turma do Sul !!!

    Curtir

  3. Mais uma vez mandando muito bem….O Carro é perfeito, o ronco do 6 cil é arrepiar.O seus textos são nota 10, gostei da sua frase \” Em outras palavras, uma peça de coleção.\”AbraçosDanielGT'sCLUB

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: