Ir para conteúdo

TAC Stark

TAC Stark

Responda rápido: jipe é sinônimo de desconforto? Se a resposta foi sim, o destaque dessa semana chega para mudar esse conceito. Produzido por uma pequena empresa de Santa Catarina, a TAC Motors, chega ao mercado para brigar de igual pra igual com o Troller. Vamos conhecê-lo de perto.

4x4

Painel

2.3 litros turbodiesel

VÍDEO

Cheguei à revendedora do modelo em São Paulo, a Auto Toy, em um sábado ensolarado. O exemplar vermelho me aguardava e consegue despertar a atenção de todos que passam em frente à vitrine. Saímos para um passeio breve. Nada de trilhas ou terra, somente o desafio da selva de pedra pela frente.

TEST-DRIVE

A primeira impressão que se tem é a altura em relação aos outros carros. Basta colocar o pé no estribo e se acomodar com conforto no banco. A visão do motorista é privilegiada, já que o Stark tem suspensão elevada e bastante macia, ao contrário do que se pode pensar. O sistema independente nas quatro rodas com duplo amortecedor se destaca nesse contexto.

Logo nos primeiros quarteirões o torque elevado do motor turbodiesel dá o seu recado. O modelo é equipado por um propulsor de 2,3 litros, 16 válvulas, com intercooler e 127 cv brutos. A força pode ser notada nas retomadas e acelerações, onde o jipinho se sobressai com valentia movendo os 1.635 kg com facilidade.

A transmissão mecânica Eaton de cinco velocidades também merece elogios. Os engates são precisos e a alavanca fica bem próxima do motorista. Em um rápido percurso foi possível notar a curiosidade dos pedestres, os olhares dos outros motoristas e responder às dúvidas de outros jipeiros urbanos que encontramos pelo caminho.

Outro nicho que notou as linhas valentes – mas suaves – do Stark foi o das mulheres. Sem dúvida que a idéia principal da marca é conquistar o seu espaço entre os aventureiros de fim de semana, que não dispensam uma trilha cheia de lama. Mas aqui em São Paulo o público feminino pode representar uma fatia desse mercado, já que o modelo impõe respeito e passa uma idéia extra de segurança.

Para o desenvolvimento do Stark foram gastas, segundo a empresa, mais de 28 mil horas de pesquisa e trabalho. Uma visita ao site oficial pode ser uma boa pra quem quer conhecer um pouco mais sobre ele. Até a próxima!

Garagem do Bellote Ver tudo

O maior e mais antigo canal de carros clássicos do Brasil.
Renato Bellote, 41, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista do portal IG. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

6 comentários em “TAC Stark Deixe um comentário

  1. Não duvido nenhum pouco que esse jipe consiga ser melhor que a Troller, porém isso está refletido no preço também, por ser um nacional está com um preço BEM salgado.

    Curtir

  2. Cara, parabéns, inovando nas matérias, direto da concessionária…e as fotos do jipinho estão muito boas…Agora, pelo que eu li na quatro-rodas, prefiro muitas vezes o Troller. Mesmo que o esforço e aparente boa vontade dos catarinenses contem muito no sentido de carisma, acho que não pagaria o preço exigido pelo que ele parece oferecer e pelo que eu já vi que vai faltar.abs

    Curtir

  3. No Troller o motorista dirige \”torto\” com os membros inferiores para a esquerda….nunca vi coisa mais horrível, já o STARK tem posição descente, mas o que mais me chamou a atenção foi a suspensão e toda parte inferior do veículo que foi bem distribuída.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: