Ir para conteúdo

Mustang GT

Mustang

Pela segunda semana consecutiva um conversível é destaque no blog. Também pudera, com esse calor em São Paulo a idéia de abaixar a capota e andar por aí parece uma boa pedida. Em especial se o horário escolhido for logo cedo ou no final de tarde.

GT

302 V8

Perfil

VÍDEO (já que falei do Mustang de polícia, aí está ele em uma versão mais nervosa. Os infratores que se cuidem)


À primeira vista as rodas de 16 polegadas chamam a atenção. Realmente combinam muito bem com o estilo do carro. Exatamente 24.428 GT`s saíram da linha de montagem em 1991. Observando o diminuto espaço na traseira, entre os dois enormes faróis, é possível imaginar que os americanos pensavam em vendê-lo apenas por lá, já que só as placas norte-americanas se encaixam.

O motor é um velho conhecido: o 302 V8. Com 225 cv brutos ele leva o esportivo com tranqüilidade pela rua e não deixa a desejar na estrada. Quer saber o preço em 1991? Modestos US$ 19.964,00. Ah, o exemplar das fotos marca apenas 42 mil milhas no odômetro.

Mas os “ponies” produzidos nesse ano ficaram famosos pelas unidades SSP, ou seja, viaturas de polícia. Para isso elas recebiam o famoso “police package” que se traduzia em um conjunto muito mais robusto, além do motor vitaminado, essencial para as perseguições no estilo hollywoodiano. O sucesso foi tanto que os exemplares restantes –de um total de 385 produzidos – são bastante disputados nos leilões.

Na semana que vem eu volto com um clássico – conversível, pra variar – que marcou época nos anos 50. Até lá!

Garagem do Bellote Ver tudo

O maior e mais antigo canal de carros clássicos do Brasil.
Renato Bellote, 42, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista dos portais IG, iCarros e Carsughi. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

6 comentários em “Mustang GT Deixe um comentário

  1. Concordo com o Ron Groo, este modelo deve ter inspirado o Escort e não seria a minha escolha em matéria de Mustang.Será que para um carro que já era para ser descontinuado na época o pessoal do oval azul decidiu investir menos???Mas, independentemente disto o seu trabalho de fotografia está muito bom, parabéns.Alexander

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: