Ir para conteúdo

Malzoni GT e Puma GT

Malzoni GT X Puma GT

Há duas semanas falei sobre sonhos e objetivos. Agora volto a falar de outro sonhador. O advogado Rino Malzoni – na distante cidade de Matão – pensou em algo diferente, inovador e que pudesse acelerar um pouco. Muitos leitores não sabem que cresci em Araraquara, bem perto do surgimento da história toda e onde, infelizmente – assim como em todo país – não existe muita preocupação com essa memória riquíssima.

Clássicos

1967 e 1966

Puma

Estilo

Ícones

07

Espartano

Esportivo

Puma GT DKW

Malzoni GT

Dois-tempos

Foto de época?

Detalhes

VÍDEO

Através do blog venho fazendo minha parte no resgate de máquinas preciosas que fizeram parte da vida de muitas pessoas. O ensaio duplo com o Malzoni GT e o Puma GT, ícones nacionais, me deixou – sem trocadilhos – duplamente feliz. Os exemplares, equipados com motores DKW de dois tempos, são sobreviventes de uma época única, repleta de romantismo. E antes de falar sobre eles deixo dois links para a consulta dos visitantes: a entrevista de Kiko Malzoni ao portal Autoclassic e a história da equipe Vemag no portal Óbvio. Divirtam-se!

Voltando àquela manhã ensolarada de sábado, me encontrei com os clássicos em uma garagem da zona sul. O colecionador Domenico Ítalo Barone e o restaurador Antonio Stricagnolo Filho me esperavam. Curiosamente os dois carros vieram de lugares diferentes, mas se encontraram em São Paulo. O Malzoni 1966 estava em Araucária (PR) e o Puma 1967 no Rio de Janeiro.

Mas quem vê os carros agora não imagina como foram encontrados. “O comentário unânime dos amigos quando viram o estado dos carros foi “você é louco” ou “não dá para restaurar esses restos de carro”. Eles levaram quatro anos para ficarem prontos porque os trabalhos eram feitos somente nos fins de semana ou à noite”, conta Antonio. E tem mais. “Ambos não tinham manual próprio e talvez fosse usado o do Belcar para quebrar o galho. Só o Puma tem rádio que, embora já antigo, não devia ser o original. Além disso, eram equipados com pneus radiais”, complementa.

Sábado de céu azul com dois mitos nacionais como esses realmente vale a pena. A fumaça azul dos escapamentos tomou a rua toda e despertou a atenção dos vizinhos – já acostumados – e das crianças, que sempre acham graça. Fecho o texto usando o significado da sigla DKW: pequena maravilha. Nesse caso, em dose dupla.

Garagem do Bellote Ver tudo

Renato Bellote, 41, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista do portal IG. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

6 comentários em “Malzoni GT e Puma GT Deixe um comentário

  1. Oi Renato. Justamente hoje me deparei com esses dois monstros no retorno do Encontro do Museu, aqui no Rio. Aliás, eram dois Pumas e um Malzoni. Fui um dos \”jurados\” do evento e foi uma tarefa árdua julgar tantos carros bons: acho que tivemos mais de quatrocentos…Forte abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: