Ir para conteúdo

TESTE: VOLVO V60 T5 MOMENTUM

“Salvem as peruas”, diz o grito de guerra já conhecido na internet. De fato, esse segmento de mercado praticamente desapareceu no Brasil. Infelizmente para todos que apreciam uma bela station wagon. Lá fora o nicho sobrevive em alguns países, como a Alemanha.

As décadas de 70 e 80 foram o período de ouro das peruas no mercado nacional. Havia opções tanto de tamanho médio como, Marajó e Parati, e também as mais caras e maiores, como Quantum e Caravan.

Atualmente existem apenas três opções. E todas do segmento premium. A Volkswagen ainda vendia a Variant até chegada da T-Cross. E novamente uma perua deu lugar a um SUV. Essa era a opção de entrada para quem buscava um veículo familiar derivado de automóvel.

Já a Volvo tem uma longa tradição quando o assunto é SW. A história começou com a PV445, que até lembrava alguma opções norte-americanas. A P220 Amazon revolucionou pouco tempo depois. A década de 70 trouxe 245 e 245 Turbo, incrementando um segmento que pedia mais opções.

Vale lembrar também dos modelos 740 e 940 que dizem muito sobre o estilo da V60 que testamos. A 850 com sua versão turbo fez história como uma das peruas mais rápidas do planeta e finalmente chegamos aos dias atuais.

A V60 reúne toda a experiência e expertise da marca nessas seis décadas. O design é sedutor com destaque para a dianteira que traz toda a linha com traços em comum, justamente para conferir uma personalidade forte, do sedã à SUV. A ideia da multiplataforma SPA também é usada pela Volvo com maestria.       

Motor, câmbio e dirigibilidade

Houve um tempo em que a sigla T5 significava cinco cilindros. Atualmente é uma referência. Os motores menores e mais econômicos conseguem entregar mais gastando menos. É uma boa troca.

No caso da V60 temos um motor de 2 litros turbo com 254 cv e bons 35,6 kgfm de torque. Essa força toda está disponível antes dos 2 mil giros, o que garante acelerações e retomadas vigorosas; O gerenciamento é feito através de uma transmissão Aisin de 8 velocidades.

O desempenho do modelo é muito bem acertado com a sua proposta. Não é uma station wagon com espírito esportivo. E nem precisa. O câmbio faz bem seu trabalho e o conjunto entrega solidez e sobriedade. É um carro perfeito para atravessar longas distâncias de maneira cômoda e com boa capacidade de carga, já que o porta-malas leva até 529 litros.   

A dirigibilidade é muito boa. O banco elétrico permite que se encontre a posição ideal, seja em altura ou profundidade. A linha de cintura alta enfatiza a ideia de proteção e a suspensão faz seu trabalho de maneira competente, sem rolagem demasiada nas curvas.  

Tecnologia a bordo

Esse é um ponto bastante prazeroso nos modelos atuais da Volvo. A tela central de 9 polegadas traz, além da conexão padrão Apple CarPlay e Android Auto, muitas possibilidades de customização, inclusive do excelente sistema de áudio, com opção de graves e agudos na medida certa e 10 alto-falantes.

Além disso também estão por ali as opções dinâmicas e todas as informações, bastante detalhadas, sobre consumo, manutenção e o comportamento do motorista em períodos selecionados.    

 Consumo

 Consumo urbano: 12,3 km/l.     

Segurança

Outro ponto no qual a Volvo é pioneira entre as fabricantes de automóveis. Além do sistema de alerta de mudança de faixa e frenagem automática, traz o City Safety, que reconhece pedestres e ciclistas, e seis airbags.

Sentimos falta

É difícil achar um defeito nesse modelo da Volvo. Eu citaria apenas a falta dos paddle shiffts no volante, o que não chega a comprometer seu brilho.     

Ficha técnica

Motor: 2 litros, turbo

Câmbio: 8 velocidades

Potência: 254 cv

Torque: 35,6 kgfm

Capacidade do porta-malas (litros): 529  

Tanque de combustível (litros): 55

Peso (kg): 1.729

Suspensão dianteira: Independente

Suspensão traseira: Independente

Rodas e pneus: 235/45 R18

Comprimento (mm): 4.761

Altura (mm): 1.427  

Largura (mm): 1.850

Distância entre-eixos (mm): 2.872

Versões e preços

Momentum – R$ 199.950,00        

Garagem do Bellote Ver tudo

Renato Bellote, 41, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista do portal IG. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: