Ir para conteúdo

BMW X6 M: ESPORTIVIDADE LATENTE

Um ruído metálico ecoa no ar. Parece se aproximar com velocidade. Cada vez mais perto. O ronco, furioso, oscila entre graves e agudos. Junto com ele o som inconfundível da borracha deslizando pelo asfalto. A aceleração aumenta de forma progressiva até se tornar algo presente e despertar outro sentido, o da visão.

No começo da reta, no ponto mais distante, surgem os faróis acesos anunciando sua chegada. Logo é possível observar a silhueta de algo que parece ser uma combinação elegante de carro e SUV. A máquina cruza em altíssima velocidade e meus olhos conseguem captar a singularidade do desenho e a agressividade de suas linhas.

Esse foi meu primeiro contato com o BMW X6 M. Cupê ou SUV? Na verdade a própria empresa o classifica como utilitário esportivo cupê. Com um estilo próprio e cheio de personalidade a versão impressiona sob todos os ângulos. A frente traz o DNA da marca, as laterais parecem cortar o vento e a traseira se destaca com suavidade, mantendo uma linha de cintura uniforme por toda a carroceria.

A X6 foi apresentada inicialmente no salão de Frankfurt de 2007 como um protótipo. Na ocasião, chamou a atenção da imprensa, mas dava a impressão de ser apenas mais um projeto que voltaria para a gaveta. Ledo engano. No ano seguinte fez sua estréia com alarde no salão de Detroit, o coração da indústria automobilística norte-americana.

Aliás, ao contrário de outros modelos da marca, é produzida nos Estados Unidos, lugar onde conquistou uma fatia importante de seu mercado. Luxo, estilo e um quê de exclusividade fazem parte da publicidade em volta do carro.

Mas os compradores queriam algo mais – digamos – agressivo. E a BMW surpreendeu incluindo o utilitário dentre as versões especiais da divisão M. A partir desse momento, a expectativa de uma máquina de altíssimas prestações – como dizem os espanhóis – se tornou concreta.

Em abril do ano passado chegou às lojas com um visual ainda mais esportivo e cheio de “más intenções”. A começar pelas rodas de 20 polegadas, que não deixam que passe sem ser notado. Bom, isso ia ser difícil, já que o ronco do motor anuncia sua presença de longe. Mas daqui a pouco falamos sobre ele.

No site oficial da BMW é possível assistir ao teaser muito bem feito da X6 M. Na apresentação um container aparece em destaque no fundo da tela e algo se mexe furiosamente dentro dele. Quando os elos da corrente se rompem o esportivo sai com estilo. Logo em seguida, o visitante pode dar uma olhada nas outras versões apimentadas da marca.

À primeira vista podemos notar os enormes discos de freios, com 395 mm na dianteira e 385 mm na traseira, em conjunto com as pinças de alumínio na cor preta. A segurança foi uma questão levada a sério pelos projetistas, como veremos a seguir.

O propulsor é outra característica marcante. Ele foi o primeiro V8 biturbo desenvolvido pelos engenheiros da empresa. Com 4,4 litros despeja 555 cv brutos a 6.000 rpm. O torque é igualmente brutal: 68,0 kgfm. No site oficial também é possível assistir a outro vídeo que mostra a montagem detalhada do bloco. Genial.

Por isso mesmo a performance do veículo de 2.380 kg é digna de cupê esportivo. Os 100 km/h chegam em apenas 4,7 segundos. Antes que a reta acabe, o ponteiro já marca 200 km/h. Tempo total: 16,9 segundos! Usando o velho chavão da propaganda automotiva, é mais rápido do que o tempo que você levou para ler esse parágrafo. A máxima é limitada nos 250 km/h. E precisa de mais?

A transmissão de seis velocidades dá um show à parte e pode atender a vários tipos de compradores. Na opção D (Drive) é possível aproveitar toda a potência sem muito esforço. Escolhendo S (Sport) o câmbio troca as marchas em rotação mais alta, porém sem interferência do motorista. Essas duas já garantem um bocado de emoção e a sensação de frio na barriga nas acelerações mais bruscas. 

Mas se você gosta mesmo é de um pouco de ação, escolha o modo manual, que conta com a ajuda do divertido sistema de paddle shifts, também em alumínio, no volante. As borboletas seguem o padrão adotado por outros bólidos, subindo as marchas do lado direito e reduzindo no esquerdo. O M Performance Control, por sua vez, redistribui a cavalaria e o torque pelas rodas garantindo dirigibilidade total em qualquer piso.

Vale salientar a presença do controle dinâmico de estabilidade (DSC), que permite ao condutor ir um pouco mais além antes que o sistema comece a atuar. Para desvendar as últimas siglas, a tração integral xDrive assegura um passeio tranqüilo em todos os momentos e a Adaptive Drive controla a inclinação da carroceria nas curvas, atuando juntamente com o Dynamic Drive.

Através do volante multifuncional o motorista pode ainda selecionar outras funções relevantes do veículo. Em conjunto com uma excelente dirigibilidade o pacote de segurança traz airbags dianteiros e traseiros. O sistema head-up display mostra as informações diretamente no vidro dianteiro, como no Corvette, fazendo com que a atenção fique focada na estrada.  

E se a idéia é ouvir boa música, não necessariamente a do motor, o sistema de som conta com dezesseis alto-falantes de alta fidelidade e dois subwoofers. Sem dúvida nenhuma a versão prova que desempenho e conforto andam juntos hoje em dia. E também deixa claro o slogan da divisão esportiva da BMW: M, a letra mais poderosa do mundo.    

Categorias

Artigos

Tags

,

Garagem do Bellote Ver tudo

Renato Bellote, 41, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista do portal IG. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: