Ir para conteúdo

Rali de regularidade: colocando os clássicos na estrada

A palavra rally nos remete a elementos como terra, velocidade e uma dose grande de perigo. Mas existe uma opção mais segura e tranquila no mundo dos ralis: a regularidade. E eles conseguem ser tão competitivos como os de velocidade, com a disputa contra o tempo e que exige muita precisão.

Os ralis de regularidade são conhecidos há um bom tempo por aqui. Quem participa dos clubes de veículos antigos já sabe que existe um campeonato nacional, com etapas de norte a sul do Brasil, e também disputas nos países vizinhos, como o famoso Rally de Las Bodegas, na Argentina.

O desafio consiste na participação de duplas, geralmente em veículos com no mínimo 30 anos de história. Piloto e navegador devem seguir as instruções gerais da planilha, baseada em postos de controle e pontos onde o odômetro deverá ser zerado. Um cronômetro marca todo o tempo da disputa, vencida por quem obtiver menos pontos perdidos entre cada um dos locais de marcação.

Outra característica é que a regularidade exige uma velocidade mais baixa, o que equivale a dizer que rodamos a 45 ou 50 km/h em determinados trechos. Mas emoção é o que não falta, já que um percurso de 200 km é feito em quase seis horas de estrada, levando-se em conta a briga contra o relógio.

Recebi um convite da organização para participar do mais novo campeonato nacional, o CPRH, ou Campeonato Paulista de Rallye Histórico. São cinco etapas, com dez provas, que desafiarão a sagacidade e também o poder de concentração dos motoristas.

A bordo do Mercedes-Benz 190 E 2.3-16, meu primeiro antigo adquirido há quatro anos – falarei mais sobre ele em breve – aceitei o desafio da primeira etapa, que levou os competidores até a cidade de Caçapava e o museu Roberto Lee, atualmente administrado pela Prefeitura Municipal da cidade.

A largada foi dada do Teatro Municipal e nem mesmo a chuva assustou os 51 carros que partiram em direção ao Vale do Paraíba. Foi meu primeiro rally de clássicos e minha navegadora – e noiva – gostou bastante do desafio. Ficamos em 10ºna categoria entre 23 carros. Nada mal. A próxima etapa é no dia 11 de maio. Estaremos por lá!

Garagem do Bellote Ver tudo

Renato Bellote, 41, é jornalista automotivo em São Paulo e colunista do portal IG. Nesse canal traz avaliações a bordo de clássicos, superesportivos, picapes e modelos atuais do mercado.

Garagem do Bellote TV: paixão por carros!

Imagens protegidas pela Lei de Direitos Autorais (Nº 9610/98)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: